Governo da Cidade de Embu das Artes

Você está aqui: Página Inicial » Parque do Lago Francisco Rizzo » Conheça a história do parque

A história do parque

 A criação do parque foi um importante passo para a recuperação ambiental do local. Na década de 1920, a propriedade pertenceu às famílias Rizzo e Giosa (a primeira homenageada com o nome do parque e a segunda com o nome da rua do local – Alberto Giosa) e foi utilizada como sítio de lazer. De 1958 a 1984, era local de mineração de areia. A atividade de extração foi interrompida. Os recursos se esgotaram; os taludes estavam comprometidos. No calor, o lago - uma antiga cava de areia - era frequentado pelos moradores como uma espécie de piscina pública.

Em 1996, dos 500 mil m² de área total da propriedade particular, 223 mil m² foram doados à Prefeitura de Embu, mediante isenções tributárias à área remanescente. O Parque do Lago Francisco Rizzo foi uma das seis áreas de conservação implantadas pelo Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Guarapiranga e entregue à população de Embu em 1997.

Quem foi Francisco Rizzo?

Francisco Rizzo (10/11/1888 – 06/04/1953) nasceu na Calábria, Itália. No Brasil, morou em São Paulo e trabalhou numa olaria que havia no lugar onde hoje é o Parque do Lago Francisco Rizzo. Ali,  notaram que saía areia ao cutucar o chão com uma ferramenta. E assim a família começou a mineração do produto. Anos depois, com a área degradada, fez negócio com a Prefeitura.

Os filhos de Rizzo são falecidos. Sua neta, Ivete Giosa Cirilo, 74 anos, mora no Jardim Mascarenhas, em Embu.

Galeria de Fotos do Lago