Governo da Cidade de Embu das Artes

Você está aqui: Página Inicial » Notícias

Presidente do TRE-SP é homenageado em Embu das Artes

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo (TRE-SP), desembargador Walter Almeida Guilherme, recebeu o título de cidadão embuense das artes. A homenagem foi entregue durante a sessão da Câmara Municipal na noite de quarta-feira, 23/11, pela contribuição do magistrado na realização do plebiscito que oficializou o nome Embu das Artes.

“Esse é o primeiro título de cidadão que recebo em toda minha carreira, e olha que já passei por muitas comarcas”, disse emocionado o desembargador, que falou também de seu orgulho em realizar o plebiscito antes do término de seu mandato, que será no dia 28/11. “Empenhei-me ao máximo para que o povo pudesse escolher e referendar esse nome tão conhecido”, enfatizou.

Walter Almeida Guilherme definiu Embu das Artes como sendo a “capital cultural e artística de São Paulo, não só pela quantidade de obras e expositores, mas também pela qualidade dos produtos”.

Durante a cerimônia, o prefeito Chico Brito contou um pouco da história da cidade desde a vinda dos Jesuítas, com suas produções sacras artesanais, até formação da Feira de Artes que tornou Embu conhecida como “cidade das artes”. Lembrou que quase 70% dos eleitores foram às urnas para oficializar o nome Embu das Artes.

“Nós temos muito orgulho de ter exercitado, em conjunto com o presidente do TRE, a democracia. Temos apenas uma coisa a dizer: muito obrigado pelo apoio e pelo empenho”, finalizou Chico Brito.

Além do título, o presidente do TRE recebeu uma obra, em Naif, óleo sobre tela do pintor japonês Iwao Nakajima (1934-2011), que era um dos artistas da cidade. Por fim Walter Almeida Guilherme agradeceu as homenagens e disse que virá com muito mais freqüência a Embu das Artes para visitar e comprar na Feira de Artes.

Plebiscito

Em 1º de maio de 2011, 117.409 eleitores foram às urnas para decidir sobre a alteração do nome da cidade de Embu para Embu das Artes. Desses, 74.450 (66,46%), optaram pela mudança. A oficialização se confirmou após a aprovação, por unanimidade, da lei estadual n.º 14.537 na Assembléia Legislativa que foi sancionada pelo governador Geraldo Alckmin.

Esse foi o primeiro plebiscito para alteração de nome que o TRE-SP realizou no estado. Assim, passará a ser uma referência e modelo para outros que poderão ocorrer. O órgão ficou responsável pelo estabelecimento e definição de todas as regras, além de suporte logístico para a realização do processo de votação, em que foram utilizadas urnas eletrônicas.

Galeria de Fotos

Júlio Marcondes
24/11/2011